#ForaMandetta vs #FicaMandetta

por | 06/04/2020 | Impressões

Compartilhe

Saber auscultar as redes sociais é fundamental para profissionais de Relações Institucionais e Governamentais. Do fim de semana até agora à noite elas borbulharam. O contexto: dia tenso para a equipe de Luiz Henrique Mandetta, que teve de cumprir as árduas missões do combate à disseminação da Covid-19, em meio a uma chuva de boatos sobre a possível demissão do ministro da Saúde. 

Bastou um pouco de faísca para, num ambiente político com tendência à polarização, opositores e apoiadores do presidente Bolsonaro passarem a trocar farpas por meio de mensagens relacionadas à permanência do ministro no cargo. Na noite de domingo (5/4), a hashtag #ForaMandetta, promovida por perfis favoráveis ao presidente da República, atingiu mais de 13 mil publicações. Hoje, após jornais publicarem que Bolsonaro havia decidido demitir o ministro, a #FicaMandetta superou as 10 mil publicações.

O nome do deputado federal Osmar Terra (MDB/RS), ex-ministro da Cidadania, também ganhou força nas redes sociais. Terra esteve com Bolsonaro, hoje, e saiu dizendo que não recebeu convite para assumir o Ministério da Saúde, cargo que almeja há muito tempo. Após um pico de menções à época de sua saída do ministério e um segundo pico após críticas ao isolamento social imposto por governadores, as menções a Terra voltaram a crescer com rumores de que poderá ocupar a cadeira de Mandetta.

Janela partidária e as eleições municipais

Está fechada a janela partidária. Políticos que pretendiam mudar de partido para disputar cargo municipal nas eleições de outubro tiveram até sábado passado (4/4) para agir. Desde 2015, mandatários de cargos eletivos podem mudar de legenda somente até seis meses antes das eleições sem perder o mandato.

A janela partidária surgiu também como uma forma de possibilitar o melhor arranjo eleitoral para cada candidato, evitando a banalização das trocas de legendas. Foram 30 dias de muita barganha política, com destaque para a ida da ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy, ex-PT, ex-MDB, para o Solidariedade.

Na contramão dessas movimentações, parlamentares apresentaram diversas propostas sugerindo adiar as eleições por conta da epidemia de coronavírus no país. A justificativa é a de que os recursos poderiam ser redirecionados para o combate à doença.

O Partido Progressista solicitou a extensão do prazo para filiação de candidatos. O partido tem como líder do Senado, Ciro Nogueira (PI), e líder na Câmara, Arthur Lira (AL). No entanto, a ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, negou o pedido, argumentando que haveria condições para cumprimento regular do calendário eleitoral.

Não parece haver realmente espaço na pauta do Congresso Nacional para alteração nas datas do pleito deste ano, mas não é de se descartar que seja imposto via Executivo. Com o encerramento do prazo para criação de partidos políticos, o Aliança pelo Brasil, partido criado para abrigar o presidente Jair Bolsonaro, ficará de fora das disputas municipais por não ter alcançado número mínimo de assinaturas.

Aliados de Bolsonaro reforçam o time do Partido Republicano, que compõe a base governista e tem vínculo com a Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo. No Congresso Nacional, o partido conta atualmente com dois dos 81 senadores e 31 dos 513 deputados federais.

Amanhã, Saúde e Comunicação se conectam

A Comunicação e a Saúde estarão em pauta, amanhã, 9h, no webinar Arena de Ideias da In Press Oficina. A conexão entre as duas áreas de conhecimento ganhou maior atenção desde o início da epidemia da Covid-19. Para o governo, a comunicação pública tem sido testada a cada segundo. A fala do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para as mais de três milhões de pessoas que assistiam online ao show dos cantores Jorge&Mateus, mostra que os porta-vozes modernos precisam se reinventar. Isso, se quiserem garantir o isolamento social e informar sobre os riscos de um sistema de saúde que corre o risco de entrar em colapso.

A Comunicação e a tecnologia  movimentam empresas que sempre as usaram, mas nunca as viram tão necessárias como hoje. E caminham juntas. Por que a tecnologia sem a sistematização de informações, checagem de dados e elaboração de mensagens-chave, pode ser um desastre.

E há a imprensa. Talvez nenhuma outra imagem, fala ou discurso realizado no fim de semana tenha emocionado e convencido mais sobre a necessidade do isolamento social do que o choro espontâneo, incontido, do repórter equatoriano Carlos Julio Gurumendi, que se emocionou, ao vivo, quando o sino da igreja bateu, pedindo que as pessoas ficassem em casa. Nas ruas, do Equador e da Venezuela, corpos são abandonados porque não há como enterrar. 

Tal o papel da comunicação: informar, esclarecer, ir além, aproximar. Outra cena do dia, transmitida pela imprensa, Dr. David Uip, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, conta como foi passar pela Covid-19. Volta com ainda mais propriedade para dizer como foi difícil ter uma pneumonia e saber que, do sério para o décimo dia poderia ter o quadro agravado.   

Para discutir Comunicação e Saúde, amanhã, 9h, a Arena de Ideias receberá Dr. Jarbas Barbosa, da Opas; o publicitário e educador Cláudio Thebas, e a sócia-diretora da In Press Oficina, Patrícia Marins.

O encontro é amanhã (7/4), às 9h.

Para participar, use o link: https://zoom.us/j/738302077

6 pontos para pensar em ações sociais no enfrentamento da Covid-19

A equipe de especialistas da FleishmanHillard, agência do Grupo in Press, escreveu sobre “Como Direcionar Ações Sociais de Enfrentamento à Covid-19”. Seguem algumas dicas para entender o que pode ser feito:

  1. Em algum ponto do caminho, sua empresa definiu missão, visão e valores. Existe uma razão para isso: ter como se guiar tanto em dias normais quanto o momento atual. Respeite sua história!
  2. Seu funcionamento pode estar comprometido, mas às vezes isso pode se reverter ao ajudar outras pessoas. Computadores, equipamentos, há forças-tarefa e pessoas que talvez precisem de algo que você pode oferecer.
  3. Como está sua equipe nesse momento? Assegurar a estabilidade emocional deles nesse momento é essencial, comunique-se sempre de maneira clara e honesta.
  4. É na crise que as relações se estreitam. Converse com stakeholders, descubra como vocês podem se auxiliar em meio ao caos.
  5. O distanciamento social evidencia o nosso papel na sociedade. De que maneiras sua empresa impacta a sociedade? E o ambiente? É uma época ideal para repensar estratégias e posicionamentos, melhorar a governança.
  6. Se já realizava ações filantrópicas antes, talvez um cenário pós-Covid-19 dificulte na manutenção delas ou mesmo crie novas necessidades. 

Hashtags do dia

Weintraub – Com mais de 40K tuítes

#impeachmentRodrigoMaia – Com mais de 30K tuítes

#FicaMandetta – Com mais de 10K tuítes

Poema do dia

Nenhum homem é uma ilha isolada;
cada homem é uma partícula do continente,
uma parte da terra;

Se um torrão é arrastado para o mar,
a Europa fica diminuída,
como se fosse um promontório,
como se fosse a casa dos teus amigos ou a tua própria;

A morte de qualquer homem diminui-me,
porque sou parte do gênero humano.
E por isso não perguntes por quem os sinos dobram;
eles dobram por ti.

John Donne

Números do dia

Compartilhe